Leitor Biométrico na tela? Veja as novidades do Xiaomi Redmi

A marca chinesa Xiaomi, acaba de anunciar uma nova conquista tecnológica, o leitor biométrico na tela em displays que são LCDs. 

A novidade deve ser implementada nos próximos aparelhos da marca, e deve gerar muitas mudanças.

A informação foi dada pelo gerente da marca Lu Weibing, através de uma rede social. 

E para comprovar que a informação era verdadeira, um vídeo foi feito para mostrar como o mecanismo iria funcionar em um protótipo de modelo Redmi Note 8 Pro.

A tecnologia do leitor biométrico na tela, ou seja, a leitura da impressão digital que é feita por um mecanismo que fica localizado abaixo da tela, já é comum, mas em telas de OLED.

Os modelos de celulares com tela LCD, sempre ficaram fora disso, já que esse material apresentava dificuldades em receber o recurso devido à iluminação que projeta a luz para a tela.

Com isso, a solução foi criada e se trata de uma camada adicional a tela, que ajuda a melhorar a emissão dessa luz infravermelha, e permite que ela ultrapasse o LCD. 

E com isso chegue até o painel normalmente.

Dessa forma o leitor biométrico na tela consegue escanear a impressão digital de desbloquear a tela, normalmente. 

Essa tecnologia deve chegar em breve no mercado, e com uma produção em massa, mas ainda não há previsão certa de quando os modelos Redmi terão essa tecnologia.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/qualcomm/118420-leitor-digitais-tela-celular-qualcomm-vivo-mostram.htm

Compare planos de celular, telefone e internet com o Compara Plano.

O estudo da tecnologia

Desde 2018 que a empresa chinesa tenta implementar esse tipo de tecnologia de leitor biométrico, e vários testes foram feitos, e nada aconteceu. 

Com o vivo X20 Plus UD, a novidade se tornou realidade.

Esse tipo de recurso para aparelhos celulares, os faz se tornarem premium, já que é um sistema de segurança a mais que os aparelhos podem ter, e com isso o mercado passa a mudar para a marca.

Agora com a possibilidade de usar essa tecnologia nos novos aparelhos, e em uma tela mais simples, a empresa chinesa pode melhorar ainda mais o seu custo benefício.

Maiores problemas

O que dificulta todo o trâmite do leitor biométrico na tela é a própria tecnologia da tela de LCD

Sendo que a forma como a luz se propaga nele, é o que interfere no sensor de leitura da impressão digital.

Porém, o departamento de pesquisa e desenvolvimento da Xiaomi, conseguiu e deu um jeito para resolver esse problema. 

Agora, o trabalho é para a produção em massa para levar essa inovação até as prateleiras.

Expectativa dos aparelhos

Já há muita especulação entre os fãs da marca sobre quais modelos de aparelho terão o leitor biométrico na tela. 

E com isso é provável que aparelhos da marca Redmi sejam os primeiros a aderir a nova tecnologia.

O Redmi Note 9 e o Redmi K30 são às duas principais apostas. 

Ao que tudo indica devem chegar primeiro no mercado com essa tecnologia, enquanto que as outras linhas devem ser deixadas para depois.

Fonte: https://tecnoblog.net/300090/ocorreu-um-erro-com-o-sensor-de-impressao-digital-saiba-resolver/

Novidades

Além dessa novidade, a empresa também já está trabalhando em novas tecnologias para inovar no mercado, e com isso, deve estar relacionado com a usabilidade que os usuários possam ter com seus aparelhos.

Durante todo trabalho de pesquisa tem se especulado de que o aparelho é alto relacionado com a câmera, de forma que ela fique completamente coberta pela tela, sem que seja necessário aquele notch que a maioria dos celulares com tela infinita possuem para abrigar a câmera frontal.

A grande maioria das marcas de celulares já pesquisam sobre isso, mas pouco ainda se sabe se realmente será possível acontecer.

Algo que parece tão simples, mas que transformaria completamente a aparência dos smartphones, por mais simples e agradável que eles possam ser, o aproveitamento da tela seria ainda maior.

Conclusão

Segundo um dos executivos da Redmi, o leitor biométrico na tela deve ser um grande avanço para a Xiaomi, que ainda não possui nenhum aparelho com esse tipo de tecnologia.

Porém, no que diz respeito a leitor biométrico e os estudos da câmera por baixo da tela, os avanços estão acontecendo e o público pode esperar por essas e mais tecnologias que a empresa está preparando.

A marca tem muito a oferecer no quesito, tecnologia por isso, o leitor biométrico na tela deve ser apenas um deles. 

Para os fãs da marca, pelo seu custo benefício, os gerentes alegam que o amadurecimento da tecnologia não custará além do que a marca está acostumada a cobrar.

Sabemos que a Xiaomi é uma das empresas fabricante de celular com o melhor custo benefício do mercado.

Alguns de seus modelos já estão entre os mais vendidos brigando entre às duas marcas principais do mercado. 

O novo leitor biométrico na tela comprova que a empresa também pode gerar novidade e novas tecnologias, é de acordo com as promessas sem aumentar os preços.

Written by